Logotipo Allameda
Home Page Quem Somos Serviços Cases Clientes Contatos
 
 
05/09/2016
Políticos, é hora de ampliar o conceito de comunicação
Por Vivian Rio Stella*

A comunicação vem se tornando complexa, à medida que mais e mais canais de interação, aplicativos e redes sociais surgem. Mas uma coisa é certa: políticos só associam comunicação com divulgação, seja pela imprensa ou pela publicidade oficial. 

Um exemplo disso é o atual prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Fernando Haddad. Em sabatina promovida por UOL, Folha de S.Paulo e SBT, Haddad afirmou que houve um déficit de comunicação durante sua gestão, devido à cobertura de temas nacionais pela imprensa e à redução da verba destinada à publicidade pelo seu governo. No entanto, atribuir a má avaliação da gestão a pouca divulgação de suas realizações é confundir comunicação com publicidade. Explico o porquê. 

Primeiro, a imprensa noticiou amplamente a implantação de ciclofaixas, a ampliação de corredores de ônibus, o fechamento da Av. Paulista para lazer aos domingos e a redução de velocidade nas marginais e principais vias da cidade. À época de cada uma dessas mudanças, o que faltou foi maior clareza sobre os motivos e impactos, além de ampla divulgação do planejamento dessas ações e tempo para efetiva implantação e aceitação. Tudo pareceu ter sido feito sem um plano consistente, às pressas, sem diálogo e transparência. 

Segundo, veicular propagandas em diferentes canais com as realizações da gestão é uma estratégia de comunicação - mas e as outras existentes? Por que não usar mais as redes sociais para dialogar com a população? Esse, aliás, é um canal subutilizado por todos os políticos no Brasil, talvez pela abertura que dá aos usuários para se manifestar. A via de mão única da publicidade oficial impede que as reais e múltiplas opiniões apareçam, além de enfatizar apenas os feitos, os dados e as histórias que condizem com a imagem que se deseja passar aos eleitores. 

Vale dizer: Haddad não está sozinho. É preciso que os políticos em geral assumam uma nova postura no mundo digital em que todos (inclusive eles) vivemos e que concebam a comunicação em sua complexidade, não apenas associando-a à divulgação, via imprensa ou publicidade. Divulgar planos, ser transparente nas implantações de ações, usar redes sociais, participar de fóruns abertos e de audiências públicas durante todo o mandato – e não apenas em período pré-eleitoral – são atitudes fundamentais para que as demandas da população sejam ouvidas e (ao menos) discutidas - e para que os frutos da gestão sejam sentidos no cotidiano das pessoas, e não apenas publicizados.

*Vivian Rio Stella, sócia-diretora da VRS Cursos, Palestras e Coaching (www.vrscursos.com.br), especializada em comunicação, liderança e empreendedorismo. Doutora em Linguística pela Unicamp e pós-doutora pela PUC-SP. 


Compartilhar



Retornar
 
 
 
Artigos
Artigos de Clientes de Allameda, especialistas em várias áreas. A republicação é livre.
Releases
Acesso a todos os press-releases e informações chave de nossos clientes.
Fotos em alta
Fotos de produtos, executivos e instalações de clientes de assessoria de imprensa.

ALLAMEDA.COM R Dr Rafael Correia 65 Cjto 4 Vila Romana | São Paulo | +55.11.3926-5580

powered by Fábrica de Tempo